Rio de Frades | A mina e as lagoas

rio-de-frades-a-mina-e-as-lagoas2

No passado domingo fui até à bela Serra da Freita (Arouca) à descoberta de lagoas para refrescar, neste dia em que o termómetro marcava 38º.

A ideia era tentar encontrar umas lagoas que existem depois de se atravessar uma mina de volfrâmio, de onde se extraíram e exportaram largas toneladas deste metal durante a 2ª Guerra Mundial, principalmente para as forças do Eixo para construção de material bélico.

Facilmente consegui dar com o destino mas encontrá-lo sem orientações prévias será difícil, pelo que deixo as indicações para que possam lá chegar também.

Para desfrutar desta lagoa de águas cristalinas é necessário ir até à aldeia de Rio de Frades, que fica a cerca de 16 kms de Arouca.

Deixei o carro num pequeno largo que existe na aldeia e segui as indicações do PR6 – Caminho do Carteiro só para orientação, pois não será para seguir o percurso todo.

Preparei-me para a subida e quando vi novamente, à esquerda, a placa que indica o Caminho do Carteiro, segui por aí, sempre a descer sem virar à direita na bifurcação.

Continuei a descer e depois de passar pelos muros no caminho, um pouco mais à frente, segui pela direita e sobi uns 2 metros até à entrada da mina. O caminho tem muitas pedras.

Assim cheguei à entrada da mina. Não convém esquecer a lanterna pois lá dentro não se vê absolutamente nada. Cuidado com a cabeça nalguns locais mais baixos e com as pedras no chão para não tropeçar!

No fim da mina virei à esquerda e poucos metros à frente lá estava à minha espera a pequena lagoa de água fresca e transparente. O acesso faz-se pelas pedras que a rodeiam.

Segundo ouvi dizer por algumas pessoas que passaram, se se continuar o curso da água irão aparecer mais lagoas. Não arrisquei em continuar pois teria de molhar as sapatilhas e aquele local já era tão belo que dificilmente iria encontrar melhor.

Para quem gosta de montanha e procura alguma tranquilidade longe da azáfama das praias, este poderá ser o destino ideal.

Bons mergulhos!

Sem comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *