Bullet Journal

Olá! Este mês participo pela primeira vez num projeto chamado ACMA que conheci no blog Cor Sem Fim. ACMA quer dizer “A Cultura Mora Aqui” e é uma rubrica partilhada por vários bloggers em que cada um aborda um assunto relacionado com um tema principal que muda a cada mês. 

O tema de janeiro é (Re)começo. Para explorar esta temática escolhi falar-vos sobre o Bullet Journal, um dos meus “começos” do ano. Vou explicar-vos o que é e como fiz o meu.

O Bullet Journal é uma espécie de agenda criado pelo designer Ryder Carroll e tem por objetivo reunir, num só local, uma agenda, um diário, ideias, notas, tarefas, etc.. Como é completamente flexível, pode ser usado também como registo de inspirações e metas, lista de livros lidos/a ler, desafios, enfim, aquilo que vocês quiserem. É uma poderosa ferramenta de organização que nos ajuda a ser mais produtivos e a reunir algumas das coisas que nos são mais importantes num só lugar.

Pessoalmente, andava sempre com tudo espalhado por várias folhas ou um caderno para cada assunto e acabava por não conseguir utilizar nenhum corretamente deixando tudo a meio. Este método tem-me possibilitado um melhor planeamento do meu dia-a-dia e a “arrumar” aquilo que gosto num pequeno caderno.

O que considero mais interessante é a possibilidade de personalizar tudo de acordo com as nossas necessidades e não é preciso seguir à risca as regras do criador. Eu, por exemplo, fiz várias modificações, de acordo com aquilo que se adaptava melhor a mim e conforme o que fui pesquisando acerca deste assunto.

Para fazer um Bullet Journal basta apenas uma caneta e um caderno. É claro que podem usar muitos mais materiais para decorar ou organizar a vossa “agenda”. Eu própria utilizei mais que uma caneta e colei algumas coisas, mas não é essencial.

Como fiz?
Como até dou um toques na máquina de costura, e como os cadernos que vi que achei lindíssimos eram todos caros e eu tenho de poupar dinheiro para as minhas viagens (:p), decidi utilizar uns retalhos que tinha cá por casa e fiz eu própria uma capa para o caderno, tanto para ficar mais bonito e personalizado, como para o proteger. O caderno é um caderno A5 normalíssimo de argolas, quadriculado (para facilitar na esquematização) e que custou apenas 0,70€.

Comecei por planear a ordem das rubricas numa folha à parte e quando tinha tudo organizado como queria que ficasse iniciei a construção do meu Bullet Journal. Conforme ia avançando ia decorando as páginas para ficar mais apelativo (na medida do possível, visto que as minhas qualidades enquanto ilustradora são extremamente fracas!). O Pinterest é uma ótima fonte de inspiração.

01. Decorei a primeira página dando as boas vindas ao novo ano.


02.
Paginei as primeiras folhas e fiz um índice que vai sendo enumerado conforme vão sendo ocupadas as páginas correspondentes.


03.
Fiz uma legenda de forma a organizar e identificar melhor a que se refere determinada nota.


04.
Escrevi os meus objetivos para 2017. Esta lista não tem de ser estática e poder ser alterada sempre que sentirem essa necessidade. Vão apontando conforme se forem lembrando. Está provado cientificamente que é importante definir e apontar quais são as nossas metas pois pode ajudar a alcançá-las. Quando se sentirem meio perdidos percorram a vossa lista e alinhem a vossa motivação com os vossos objetivos. Sempre que alcançarem algum não esquecer de apontar também esse feito!


05.
Dediquei as páginas seguintes para apontar alguns interesses que acompanho durante todo o ano, como livros que li/quero ler, filmes que vi, concertos aos quais quero ir, inspirações, fotografia, blogs projetos para que fique aqui registado um pouco do que fiz e vi durante o ano.


06.
Fiz um calendário onde apontei com uma cor diferente os feriados e fiz também um planner para os doze meses, para que pudesse colocar algumas notas a longo prazo em meses específicos.


07.
Iniciei então o primeiro mês deixando um espaço para alguns apontamentos nas costas da primeira folha que serve de “separador” para o mês de janeiro e enumerei os vários dias do mês para planificá-lo com pequenas notas e ter uma visão geral desse mesmo mês. De seguida dividi em secções maiores com os vários dias do mês para ter mais espaço para escrever em cada dia.


08.
No final do mês fiz uma lista de pequenas metas mensais e diárias onde aponto quais dias do mês em que foram cumpridas.

 

09. Para finalizar, deixei em aberto um espaço para escrever livremente. Aqui escrevo algumas coisas como se fosse um pequeno diário mas pode ser utilizado também para desafiar a criatividade e exercitar a mente, por exemplo. Que tal escrever com a mão esquerda para quem é destro ou ao contrário para quem não é? Escrever noutra língua, desenhar… O que a vossa imaginação vos ditar!


Para os meses seguintes basta apenas repetir o que se fez para o mês de janeiro.

Espero que tenham gostado e que as minhas palavras vos possam servir de ajuda na construção do vosso Bullet Journal.


Qualquer blogger/youtuber pode participar no projeto ACMA, para isso basta enviar um e-mail para corsemfim@gmail.com. No âmbito deste projeto não poderão ser abordados temas sobre maquilhagem, outfits e moda pois a ideia é exatamente fugir a estes temas. A participação mensal não é obrigatória.

Acompanhem os outros blogs também. 🙂

Blogs do projeto ACMA
Oh Pêssegos | Anda Daí! | Miss Melfe | The Eyes of a Mermaid | Comic Life | Cor Sem Fim

Blogs convidados
Bookaholic | Meek Sheep | Eléctrico 28 | Let’s Do Nothing Today | Gaming Gear | Cenas de Uma Rapariga Complicada | Passion Girl | Primavera Estacional | Nerdy Chill Out | Dreamcatcher | Olhares Indiscretos | My Curly Crazyness | That Girl | Inspiring With Style | Cidade do Pecado | Diário de uma Africana | Girly Girls Think Pink | My Own Anatomy | Jiji | Chique e Geek | Where I Belong | Cinderela Aventureira | Candyland | Estante da Ray

26 comentários

  1. Que gira a capa que fizeste para o teu bullet journal. E sim (respondendo a um comentário no meu blog) eu também fiz a capa do meu! Desde de miúda e dos tempos dos diários que faço as capas dos blocos personalizadas (até comecei a vender para juntar dinheiro para a universidade!) 😀
    No entanto, este mês arranjei um caderno novo para o bullet journal para adicionar à capa e não me apeteceu decora-la. Custa-me gastar dinheiro para um bloco provavelmente só vai dar até Setembro (fiz uma estimativa!) não te aconteceu o mesmo?

    Quanto ao bullet journal tem sido uma revolução na minha vida. Aos poucos vou adaptando o sistema às minhas necessidades e estou cada vez mais produtiva e a conseguir atingir os meus objectivos. Não podia andar mais feliz e ando a tentar contagiar toda a gente à minha volta :p

    1. Pois é Marta, ainda não contei mas parece-me que também não vai dar até ao fim do ano mas não faz mal, depois faz-se outro! Eheh! Beijinhos e obrigada pela visita *

  2. Que caderno LINDO! Comecei o meu BJ a meio do ano passado e de facto tem-me sido muito útil, embora eu não o use tanto quanto gostava. Mas uma coisa é certa, as memórias ficam cá guardadas e em poucos meses já sabe bem revisitar as páginas passadas, para além de ser uma excelente ferramenta de organização!

    Jiji

    1. Olá Jiji, tens razão, é bom poder voltar atrás e folhear as memórias. Também não ando sempre com o BJ na mão mas sempre que posso vou atualizando e apontando o que preciso. Ajuda muito! Beijinhos e obrigada pela visita 🙂 **

  3. Adorei este post!
    Tambem sou assim, sempre tento escrever as coisas, mas em varios cadernos/agentes diferentes, acabando por os perder ou nao me lembrar que escrevi lá aquilo XD

    Já tinha ideia de fazer um destes cadernos, mas também nao sei bem por onde começar… O teu método parece bom e organizado. Vou experimentar algo parecido 😀

    Beijinhos!

    1. Olá Rute! Ainda bem que te foi útil! Se chegares a fazer já não vais precisar mais de andar à procura dos teus apontamentos, fica tudo no caderninho! Bjs **

  4. Até ler o teu post, apenas tinha uma ideia vaga do que era um bullet journal, mas confesso que fiquei tentada a criar o meu (talvez para o próximo ano), embora eu não tenha muito jeito para este tipo de coisas ahah! Já agora, adorei a capinha que fizeste para o teu caderno!

    Beijinhos

    1. Oh eu também não tenho muito jeito para isto! Aliás, ficou até bastante melhor do que esperava! Se tens algum receio faz um rascunho primeiro! Não precisas de aguardar para o ano que vem, podes fazer em qualquer mês! Beijinhos e obrigada!

  5. Gostei tanto do teu post! Adoro agendas e a verdade é que este ano ainda não encontrei nenhuma à minha medida e o teu journal suscitou muito a minha imaginação! Pode ser que um dia destes me aventure e faça um também! Espero que possamos contar contigo no próximo mês.

    Um beijinho,
    Bia do Bookaholic.

    1. Olá Bia! Muito obrigada, ainda bem que gostaste! Se ainda não encontraste uma agenda feita para ti o bullet journal é uma ótima opção! É certo que dá algum trabalho mas também não é assiiiiim muito :p Espero também continuar convosco no próximo mês, adorei a experiência! Beijinhos ***

    1. Olá Ana, obrigada! Sim claro que uma já feita é mais prático mas se não te importares de fazer e se for uma coisa que gostes tem a vantagem de ser mais personalizado! Bj **

  6. Simplesmente amei este post e o teu blog!
    A forma como escreves é tão simples e a leitura acaba por ser fluída. Sou daquelas pessoas que prefere mesmo uma agenda onde possa deixar tudo organizadinho já, sem ter que ser eu a fazer desenhos e a decorar as páginas (não sou nada boa nisso), mas estou a dedicar este ano de 2017 a aprender como criar um bullet journal, por isso quem sabe em 2018 não faça um!

    Vera,
    http://www.b-hyndher.com

    1. Olá Vera! Muito obrigada pelas tuas palavras, fico muito contente que tenhas gostado! Beijinhos e sucesso para o teu bullet journal se chegares a fazer! 🙂 **

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *